sexta-feira, 25 de junho de 2010

II FÓRUM DE EDUCAÇÃO MUNICIPAL EM RIO BRANCO

O II Fórum Municipal de Educação, Ler para Aprender, que está acontecendo até amanhã, dia 25 de junho, no Teatrão, teve durante a manhã de hoje, a excelente participação da Licenciada em Linguística e Ciências em Educação, Pesquisadora e Professora Rosa-Maria Torres Del Castilho (do Equador) que palestrou para um grupo de aproximadamente 500 professores da rede municipal, entre estes, nós equipe técnica da Escola Maria Olívia. O tema foi Leitura e Escrita no século XXI: O que muda para a escola?


A professora que é autora de inúmeras publicações e moderadora de várias redes virtuais nacionais e internacionais, falou sobre a problemática da prática da leitura e da escrita na atualidade. Segundo a pesquisadora a escrita à mão torna-se cada vez mais infrequente nos dias de hoje, pois tudo é escrito no teclado, decorrente da revolução tecnólogica. Vive-se na era do consumo individual. A tendência da família é comprar um dispositivo móvel: um computador, uma máquina fotográfica, celular, etc., para cada membro da família. A continuidade dessa indução desenfreada é o livro eletrônico substituir o livro de papel. Teremos o fim da biblioteca. O fim do livro e o fim do papel.


"A idéia para o futuro é prevalecer os dispositivos móveis, que cabem em uma mão. As mãos do homem vão se modificar fisicamente, uma será maior que a outra. As pessoas estão sendo induzidas a serem rápidas. A velocidade está sendo instalada. E a escola? As práticas continuam muito convencionais. Deveríamos conduzir uma revolução pedagógica. Os países precisam de uma sociedade de leitores e escritores." Disse ela.


                                       II Fórum Municipal de Educação - Teatrão - 24/Junho/2010


Outros problemas e aspectos foram também mencionados pela professora como os preços caros e a fragilidade dos equipamentos, que dificultam o acompanhamento dessa sociedade digitalizada pela escola. Está portanto instalado um grande desafio a nós educadores: O que fazer? Como a escola irá resolver essa situação? A internet hoje é mais atrativa para os jovens e as crianças que a escola. Por outro lado se apropriar dessa tecnologia para ensinar, corre-se o risco de gerar uma população "robotizada" sem laços afetivos por falta do contato físico e do diálogo cara a cara.


Bem, vamos pensar!


O Fórum ainda promete outras reflexões, com outras palestras: O leitor é antes de tudo um sujeito que nele se esconde e se revela - Alguns Cuidados Pedagógicos Necessários, com a professora Ana Maria Falcão. Além de uma sessão de relatos de experiências das escolas locais.

 Parabéns aos realizadores do Fórum pela iniciativa!

Um comentário:

  1. Hola Mazé! Apenas hoy he encontrado esta reseña tuya del foro en Rio Branco, donde nos conocimos y te pedí que subieras al estrado a contar justamente tu experiencia con este blog.

    Por mi parte, guardo un lindo recuerdo de mi paso y experiencia de trabajo en Rio Branco, invitada por la Secretaria Municipal de Educación. No solo fue el foro sino toda la gente que conocí, la semana de visitas a escuelas, a la reserva ecológica y a Xapurí, la ciudad natal de Chico Mendes.

    Tengo un cuaderno lleno de notas sobre la visita, pero hasta hoy no me dí el tiempo para escribir algo al respecto, como me había propuesto. Espero hacerlo pronto, al menos una breve nota para mi blog OTRA∃DUCACION http://otra-educacion.blogspot.com/

    Un abrazo, desde Quito.

    Rosa María

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua impressão sobre a postagem. Seja sincero(a), para que eu possa crescer como escritora e poeta. Agradeço de coração sua opinião. Volte sempre. Bjs.