quinta-feira, 14 de março de 2019

A VIOLÊNCIA DENTRO DAS ESCOLAS BRASILEIRAS

O texto abaixo, foi postado há alguns anos, mas pelo visto está mais do que atual. Desta vez a tragédia de Suzano foi bem maior: 10 mortos.
Até quando?
Por policiamento nas escolas!
Por psicólogos nas escolas! Ou nas redes.
Por uma política de empregos para as famílias!
Por mais amor pelas crianças nas famílias!


Vejamos o texto antigo!


   É muito grave o que está acontecendo no nosso país. Mais uma grande tragédia aconteceu em uma de nossas escolas. É necessário uma reflexão e investigação mais profunda sobre as causas desse fato tão lamentável. Dessa vez uma criança está envolvida e morta. O que aconteceu entre essa criança e sua professora?! 

           Uma onda de pânico toma conta dos professores por onde passamos e conversamos..

          Não se falava em outra coisa hoje na minha escola. A violência dentro das escolas brasileiras. O que está acontecendo? Fatos como esse só víamos  certo tempo atrás,  em outros países. Hoje professores brasileiros temem por suas vidas dentro das escolas; Crianças ameaçam outras; professores são agredidos ou ameaçados. Precisamos urgentemente rever nossos conceitos.

          Os sistemas educacionais (governos) precisam imediatamente rever a questão da segurança. Talvez até colocar portas como as que tem nas agências bancárias, com detector de metais para todos que nelas quiserem adentrar. Não se trata mais de um caso isolado. Todos os dias sabemos de algum fato novo. É um professor ameaçado aqui, outro atacado ali. Está se instalando uma situação insustentável. O comentário geral é: Daqui há alguns anos ninguém mais vai querer ser professor!

         É necessário voltar os orientadores educacionais nas escolas, que detectavam os problemas psicológicos  antes de  agravarem.  Pensar em um grupo de psicólogos, em número suficiente, nos sistemas de ensino,  para atender os casos mais graves de distúrbios, traumas emocionais e psicoses infantis e encaminha-los aos atendimentos públicos.  Aumentar o número de psicólogos e psiquiatras nas unidades de saúde para atender a comunidade e a demanda das escolas.  Sabemos que os postos de saúde e UPA estão com  muita procura  por esse tipo de  atendimento. Porém,  são poucos os  profissionais no Sistema  Público de Saúde. O que está acontecendo:  Falta  de profissionais?

         Também conter a ambição do capitalismo desenfreado que gera competição, consumismo e violência. Investir em políticas por mais empregos. Investir na Educação e no atendimento às famílias. Rever os horários dos programas de TV que escancaram a morte, a violência, o sexo (inclusive programas jornalísticos). É preciso selecionar os conteúdos que serão  vistos pelas crianças e adolescentes brasileiros.  Hoje,  eles estão muito expostos a todo tipo de conteúdo que ensina e outras vezes deseduca. Muitas famílias não tem condições psicológica, cultural ou financeira para acompanhar e orientar  o desenvolvimento das crianças e assim vai se formando um grande projeto de caos social para o um futuro bem próximo.

Vamos cuidar melhor das nossas crianças! Para evitar tragédias como esta.

2 comentários:

Deixe aqui sua impressão sobre a postagem. Seja sincero(a), para que eu possa crescer como escritora. Agradeço de coração sua opinião. Volte sempre. Bjs.