domingo, 29 de julho de 2012

DIA DOS AVÓS!

 Dia 26 de Julho, comemorou-se o Dia do Vovô e da Vovó! Quando se fala nessas figuras tão conhecidas dos pequeninos logo imaginamos mimos, dengues, carinhos, presentes e tudo mais. Na minha experiência nas escolas de Educação Infantil e também no Ensino Fundamental,   tenho escutado muitas coisas não muito boas  a respeito dos netos e avós. Dizem as más línguas que os filhos criados com avós são estragados, muito mimados e sem limites.

Na nossa sociedade atual onde a mulher tem assumido vários papéis tais como:  dona de casa, mãe, estudante, funcionária ou empresária, as mães muitas vezes se vêem numa situação um tanto dificil para cuidar dos filhos, trabalhar, estudar, etc.  São  nessas circunstâncias que entra o novo papel dos avós na difícil tarefa de ajudar a criar e  educar a terceira geração:os netos.

 Fazendo um retrospecto, na reviravolta dada pelo Movimento Feminista a partir dos anos 60, onde a mulher antes apenas dona de casa,  mãe e esposa,  passou a conquistar seu espaço social e a gerir empregos ou funções antes consideradas masculinas, fato esse que gerou algumas consequências, pois  a  sociedade não acompanhou  essas mudanças e assim a  dona de casa triplicou suas responsabilidades. A educação e a família continuaram até hoje,  a perpetuar conceitos machistas: menina brinca de boneca, menino de carrinho. Papai lê jornal,   mamãe faz comida e lava roupas. Então se a mamãe agora  não tem mais tempo de cuidar dos filhinhos e a sociedade não oferece creches suficientes,  entram na jogada , a vovó e o vovô!

Ora, o papel da vovó o do vovô é dar carinho, bajular e mimar,  pois estão mais maduros, já criaram seus filhos, muitos já estão até aposentados.  Este apoio afetuoso é necessário e importante para  o psicológico dos pequenos.  O fato de  poder desfrutar dessa atenção toda especial, significará no futuro da criança uma grande ajuda para ser um adulto com autoestima!

 Para os pais cabem-lhes o papel mais difícil:  o de sustentar,  proteger e educar. O que está acontecendo na atualidade na verdade é uma  inversão dos papéis. Numa sociedade altamente competitiva, de rotina estafante, os pais se encontram  aturdidos, as mães sobrecarregadas, buscam então como alternativa "entregar"  os filhos aos avós  e esperar deles que os devolvam educados e bem cuidados. É claro que essa solução não vai dar certo!  Pois a natureza dos avós é, com algumas excessões,  permissiva. As crianças percebem isso e inteligentemente se aproveitam. E não adianta depois culpar os avós, porque eles estão agindo condizentes com seu papel, o de vovô e vovó! Então como diz a música, por sinal bem popular: Cada um no seu quadrado! E viva os avós!
Estão gostando não? Então criem seus filhos!


 BJOKAS NO CORAÇÃO!

14 comentários:

  1. lindo. tenho uma avó de 93 anos.... dinamica, viva.... abraços lamarque

    ResponderExcluir
  2. Maze querida passando pra deixar meu carinho...

    “...Se você sente que lhe faltam a força e a coragem,
    queira Deus que o mundo possa abraçá-lo hoje
    com seu calor e Amor !
    ... e que o vento possa levar-lhe uma voz
    que lhe diz que há um Amigo em algum lugar do Mundo
    desejando que você esteja bem ...”(S.S)

    beijos em seu coração

    ResponderExcluir
  3. Olá Multiplicadora Maze Oliver, como prometido, seu blog já foi divulgado. Fiz de coração, espero que goste!

    Aqui está o link da publicação:

    http://www.educadoresmultiplicadores.com.br/2012/07/multiplicador-um-pensamento-virtual.html

    Faça uma visitinha especial ao blog Educadores Multiplicadores! Abra as páginas e veja como ficou sua divulgação.

    E já sabe, seu blog poderá ficar em evidência todos os meses, conforme as regras da parceria.

    Parabéns pelos textos, fique na paz, abraço e até breve!

    ResponderExcluir
  4. Olá!Bom dia!
    Tudo bem, Maze?
    ..concordo... principalmente porque tenho observado a funçao de avós, como provedores dos filhos e netos,e que é imposta pelo fato de que os pais de fato não possam assumir seus filhos com sustentabilidade afetiva e financeira,em virtude de estarem trabalhando! Mas, penso que se os papéis de pais e avós são muito distintos e se isso ficar muito claro na família, tem que se fazer algo para a criança discernir o que pode e o que não pode. A única ressalva nessa relação é quando as opiniões de pais e avós são muito divergentes, o que pode confundir a criança...
    Obrigado pelas palavras carinhosas em meu blog! Nossa! fiquei muito feliz!Obrigado de coração!Por tudo!
    boa quarta feira!
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, querida
    Ser avó é mais doce do que mel...
    Seja abençoada e feliz!!!
    Bjs de paz

    ResponderExcluir
  6. Olá Mazé! Que texto maravilhoso e verdadeiro! Soube descrever os tempos atuais com maestria. Eu acrescentaria que muitos pais, que não têm os avós para deixarem os filhos, entregam seus rebentos aos professores e eles vêm com toda a folga que podem. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  7. Bom dia querida Maze, bom sábado, luz e paz em sua vida, belo texto, realmente avós, falo como um, muitas vezes se deixam levar pela emoção em estar com os filhos de seus filhos e deixam rolar os pequeninos, que pintam e bordam com o vô ou vó, mas faz parte da vida querida, ser avô avó é inesplicavel deliciosamente maravilhoso.
    Bjs querida e apareça ok.
    Vanderlei

    ResponderExcluir
  8. Olá Maze! Aqui para uma cordial visita saber de suas novidades e falar das minhas.Amiga ser avô e bom demais, mesmo nesta epoca que os cuidados dos netos andam sendo tranferidos para as mãos deles devido as mães que trabalham fora. Avós juram de pés juntos que não podem cuidar dos netos, mas não resistem ao ver criaturinhas lindas com traços dos filhos e entregam os pontos. Só sabe o quanto é bom ser avô quem é. Amiga estou de postagem nova e aguardando uma visitinha sua.Que você tenha um lindo final de semana.Saudações Poéticas - Mario Neves

    ResponderExcluir
  9. e vivaaaaaaaaaaaaaa os avos...eita coisa boa ser vovo...tenho 3 netinhos e um chegando...amo ser vovo deles hehehe...
    Passando pra deixar meu carinho e o desejo de uma semana abençoada pra vc e sua familia amiguinha...
    Um amigo se faz amigo apenas em alguns instantes ou por uma vida inteira. Demonstra-te carinho e desejo, um desejo preocupado com a felicidade, um carinho identificado pelo modo de olhar, pelo jeito de estender a mão.
    beijos carinhosos..
    Lucinha

    ResponderExcluir
  10. Oi, Mazé.
    Certo dia, todos à mesa, com uma neta de cada lado, minha filha olhou para mim e as meninas e perguntou à Nina: "Mãe, o papai me tratava desse jeito?" Hehehehehehehehehehehehe! Lógico que não. Papel de pai é educar. Papel de avô é... deseducar. E os netos gostam. Ser avô é bom demais!!!
    Abração.

    ResponderExcluir
  11. Minha querida amiga

    Passando para deixar um beijinho e o meu carinho.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  12. MAze meu anjo...aff como o tempo corre menina, já estamos no final de semana aff...mas não poderia de passar aqui para deixar meu beijo, meu sorriso e o desejo de um lindo final de semana.
    彡✿✿⊱╮彡✿✿⊱╮彡✿✿⊱╮
    A beleza das pessoas está na capacidade de amar, e encontrar no próximo a continuidade de seu ser. 彡✿✿⊱╮彡✿✿⊱╮彡✿✿⊱╮
    beijinhosssss
    Lucinha

    ResponderExcluir
  13. Oi Maze! Noto você sumidinha! Será só impressão minha? Espero que seja.De qualquer forma quero confessar que sinto saudade de suas marquinhas de carinho na forma de comentário no "Amor Desbragado". Só a amizade constrói este encantado mundo dos blogs, só visitas mútuas estreitam os laços destas amizades e é isso que fazemos por aqui. É com este sentimento que chego aqui e saio saudando você e todos os que te visitam. Saudações Poéticas - Mario Neves.

    ResponderExcluir
  14. Olá, Maze, como vai?
    Confesso que já estava com saudade de ler seus escritos... Este, por sinal, está lindo e profundo como sempre. Enfim, retornei com meu blog neste mês comemorativo de seus "Dois Anos" de publicação. Espero que a amizade ainda esteja viva e intensa como antes e, por favor, peço que me perdoe pelo tempo ausente. Tentarei manter ritmo de uma postagem por semana e passar por aqui mais vezes durante a mesma. Te espero para comemorar comigo os dois anos de publicação... É algo simples, mas eu tenho grande carinho pelas palavras e já estava com saudade de as sentir mais perto no instante que passo aqui; e; após me inspirar, retornar ao meu e escrever tudo que senti. Um Abraço e bom inicio de semana! :)

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua impressão sobre a postagem. Seja sincero(a), para que eu possa crescer como escritora e poeta. Agradeço de coração sua opinião. Volte sempre. Bjs.