sexta-feira, 11 de março de 2011

.·´¯`·-> Rir é o melhor remédio <-·´¯`·.

       Um médico amigo de meu marido, nos contou essa (em of )  ... rindo claro!

       Uma de suas pacientes chata e hipocondríaca chegou ao consultório naquele dia em que
nosso amigo não estava  também nos seus  melhores dias. Afinal médico também é gente! E se queixou:
        -Ai, doutor... Estou tão fraquinha, acho que tô doente! 
       - O Sr. acredita que da minha casa para o supermercado são  somente duas quadras e sempre que volto a pé, eu fico morta de cansada. Não sei mais o que fazer. O que o sr. me aconselha a tomar, doutor?
       E ele :

       -Um táxi! 
       - kkkkkk!  

              
                                                                                                                

3 comentários:

  1. Oi, Mazé.
    Cheguei aqui via blog do Miguel.
    Ótima história de médico! Eles sofrem um bocado com os hipocondríacos! Um dia fui consultar meu clínico geral. Enquanto aguardava minha vez, saiu da sala dele uma senhora dessas com cara bem de superchatas, sabe como é? Quando entrei, encontrei-o num mal humor incrível. Como era meu amigo, me contou tudo o que a mulher imaginava e queria ter. Nossaaa! Uma loucura! Na verdade, segundo ele, o único problema dela era psiquiátrico. Mas, isso não era especialidade dele.
    Gostei da história "O amor é lindo, mas..." Esse tipo de crônica, com humor, não é para qualquer um. Poucos têm capacidade para contar da forma que você fez. Parabéns!
    Nas minhas crônicas, de forma geral, também procuro dar uma pitada de humor. Gostaria de ter sua opinião.
    Quanto ao Miguel, que também é um ótimo cronista com humor, o endereço dele mudou e o blogue está modernizado, muito bom.
    Vou fazer uma linkagem do seu blogue, lá no meu.
    Abração.

    ResponderExcluir
  2. Mazé, antes de mais nada quero dizer que estou babando nessas suas fotos do Rio. Muitos amigos tem ido pra lá e ando com saudade da minha terrinha. Quero uma foto dessa em frente ao Copaaaaaa!! Amo Copacabana, passei minha pré adolescência no Leme (que é do lado de Copacabana).
    Quanto ao post, fiquei me perguntando se essa paciente não é uma tia minha, irmã da minha mãe, hahahahaha...
    Bjo grande

    ResponderExcluir
  3. Mazé, estou adorando que vc vem postando com frequência, gosto muito dos seus post's. Tadinha da mulher, imagino que ela precisa de algumas vitaminas..hehe. Estava mais ou menos assim, há alguns meses venho caminhando diariamente por uma hora, num trajeto que alterna planos, descidas e subidas, estou me sentindo muito bem, espero que o pique não pare. Com relação ao blog do "J.F" não deixe de visitá-lo, ele escreve maravilhosamente bem, vc vai se divertir também. Bj minha cara, logo mais estaremos voltando, inté!

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua impressão sobre a postagem. Seja sincero(a), para que eu possa crescer como escritora e poeta. Agradeço de coração sua opinião. Volte sempre. Bjs.