domingo, 20 de março de 2011

.·´¯`·-> O Furo da capa <-·´¯`·.

        Sabe quando chega à nossa casa aquele vendedor insistente que parece que está  à  perigo(desesperado!)  e precisa vender seu produto custe o que custar? E pro seu azar você tem aqueles dois minutos de fraqueza compra  e  se arrepende depois? Vou te contar!

       Comprei uma capa de sofá lindérrima, o preço, os olhos da cara!  Para logo em seguida pensar: Onde estava eu com a cabeça?  Ou onde estava minha cabeça?  Ficara doida? Logo agora...  que precisava economizar para comprar meu carro novo! Sonho antigo que estava prestes a se realizar!
       Mas logo tive uma idéia! ... Vou devolver!

       Mas como  iria dizer isso para o rapaz, meu amigo,  tão simpático! Sempre fora tão bacana comigo! Tá certo que ele insistiu muito, mas quem comprou fui eu,  em completa lucidez.
       É que já havia comprado outras coisas com ele. Sabe, ele é do tipo que não te cobra, deixa a teu critério o pagamento! Isso só piorava as coisas. Tinha que arranjar uma forma de devolver esta droga de capa.

       E como mágica,  nesse momento transformou-se: ficou feia, feia é pouco, ficou horrenda! Porque não dizer ridícula! Nem combinava com a cor da minha sala! Nem tampouco com meu tapete! Como é que não vi isso antes? Aquele camarada me hipnotizou.
      É... o ser humano é assim mesmo...  logo racionaliza, num processo de ajustamento explicado pela psicologia  para justificar seu comportamento.

       Tenho que resolver este problema! Tirei-a do plástico de proteção, resolvi experimenta-la no sofá. Quem sabe ficaria pequena ou grande demais, pensei. Estaria então resolvido meu problema!
       Engano meu,  ficou ótima!
      Chamei minha filha e pedi ajuda. Foi então que ela disse num tom de espanto!

       - Mãe esta capa tá furada! Olha só!

       Dei um largo sorriso e perguntei:
       - Onde?
     Liguei para ele na mesma hora, enquanto estava com coragem! Em algumas horas ele estava na minha casa. É claro que eu já tinha uma razão e quando se tem uma razão,  se fala firme com segurança, então eu disse:

      - Meu amigo te chamei aqui pra te devolver a capa, não é que ela tem um furo!

     E ele:
     - É mesmo?!  E o pior que só tinha essa! Olha Mazé,  me desculpa, não sabia. Mas onde é o tal furo? É que nesse caso,  tenho que devolver para a fábrica sabe? Pra não ficar no preju.
       Para quem não sabe, ele quis dizer prejuizo.

      Comecei a procurar o furo da capa. Meu problema estava resolvido. Pensei: Tão fácil e eu me descabelando toda. Porém não achei furo nenhum. Revirei novamente e novamente, nada! O vendedor me olhava atônito. Eu  já via um sorrisinho maroto em seu rosto e até podia ler no semblante irônico. "Essa dona tá me fazendo de besta!"
      Eu que sempre fui muito honesta,  já fui logo me desculpando:
      - Mas estava aqui,  eu vi!
      E ele pra me sacanear:
     -  Não estou vendo furo nenhum!
     Pedi socorro. Chamei minha filha. Vistoriou todo o tecido. Olhou pelo avesso e também não achou nada!
     - Não é possível, estava aqui, nós vimos! disse ela.

     O vendedor estava de braços cruzados e olhava bem no fundo dos nossos olhos. Aquilo me aborreceu profundamente. Poxa eu estava falando a verdade. Eu o vi! O furo estava li em algum lugar! Aí eu disse:

     Olha meu amigo com furo ou sem furo você vai levar esta capa de volta,  porque eu não a quero mais!
      E ele:
      - Tá bom porque não disse logo! Mês que vem volto aqui pra mostrar mais novidades.
     
      Depois dessa ao ouvir a voz de  um vendedor na minha campainha vou dizer: A Mazé? Não está. Viajou, só volta ano que vem!

Bjokas no coração!

6 comentários:

  1. Me lembro dessa!!!! Ficou ótima!

    ResponderExcluir
  2. rsrsrs...é minha amiga, já entrei nessa, hj estou escolado, não compro nada que não seja de extrema necessidade. Aqui em casa ligam da Net, da Sky, da TVA, é uma chateação. Se ligam da Sky eu falo que tenho da Net, se o pessoal é da Net falo que tenho a TVA, e por aí afora. Mazé, parabéns, gostei muito do novo visual do teu blog, discreto e muito atraente, ficou bem melhor. Minha amiga, super dia, logo mais voltaremos. Bj

    ResponderExcluir
  3. Mazé oláááá e kkkkkkkkkke tu me imunizou no BBB e nem sou participante, mas valeu menina adooooooreiiiiiiiiiii. Beijos :-)

    ResponderExcluir
  4. Oi Amiga!!!
    Adorei sua visita ao meu blog, ali é um lugar onde posso expressar tudo que estou sentindo, muito rico o seu post, adorei....estarei esperando sua visita com alguns pedaços de bolo e um cafézinho.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Minha cara amiga, passando pra deixar um grande abraço, saúde e muita alegria. Até mais.

    ResponderExcluir
  6. A última vez que caí numa dessas foi com uma vendedora de enciclopédias. Achamos que seria interessante para o futuro de nossa filha (na época só tínhamos a Juliana, e eu acho que ela estava com 1 ano de idade).

    Quando a Ju cresceu, as tais enciclopédias estavam completamente desatualizadas e no final tanto ela quanto a Nê usam mais a internet para pesquisar que outra coisa...

    Beijão!!!

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua impressão sobre a postagem. Seja sincero(a), para que eu possa crescer como escritora e poeta. Agradeço de coração sua opinião. Volte sempre. Bjs.