sábado, 3 de março de 2012

Vida de seringueiro!

       
       A Coleta e o Coleta

                   Ao canto do galo...
                        Sineta de trabalho,
                            ponteiro de relógio!
                                Ainda  é  madrugada,
                                       no seringal.



                 Mas já é  hora de trabalho,
                 Em  Belo Jardim,  Seringal.

                     Longe...
                         Muito longe ...
                                No  oco do mundo
                                            Terra de brabos.
                                                 Canto de solidão.

                    Mata  virgem
                        mistério... silêncio...
                             Caixa de segredos.
                                   Ninho de  selvagens...
                                          Feras famintas
                                                ou raivosas
                                                    passos miúdos
                                                         entoa uma canção!

                                           Ai...
                                    Picada de Jararacuçu...
                              Dor! ... veneno...
                         Driblou  
                     a  cara da morte...
              Mais uma vez!
    

                         Seringueiro...
                              Criatura exótica
                                     da mata, o mateiro...
                                        Costume  de  bicho do mato.
                                                Cumprindo 
                                                        seu  destino    
                                                             tempo  de solidão.
                                                             

                         Na estrada  de leite
                          ou de água..
                       Colhe o leite, o Coleta.
                        Levando  para casa 
                        muita esperança...
                       Sua única riqueza!

                Ao  meu pai  Raimundo, vulgo Coleta,  Ex- Seringueiro do Acre, 
lugar de gente valente, corajosa e esperançosa!
                                                  
                                          Bjokas no coração!


6 comentários:

  1. Dia 15 de dezembro de 2010 perdi meu pai por causa do cigarro. Mas logo descobri aquilo que como um bom espirita eu já sabia. Ao invéz de perder um ente querido eu apenas dei um até mais tarde a ele, pois sei que onde ele se encontra, ele esta muito bem e me aguarda para que um dia eu me encontre para junto a ele. Amiga a vida é como a traca de um vestimento. Vivemos muitas vezes em em corpos diferentese jamais morremos, apenas desencarnamos e nosso espirito continua vivo e sempre em busca de novos ensinamentos. Tenha fé amiga que um dia vc se encontrará com ele e os dois vão rir muito de suas vidas passadas. Sabemos que fica a saudadade pra vc pois vc não o verá se não tiver fé mas ele com certeza esta vendo você neste momento. e se vc esta sofrendo ele sofrerá, por outro lado se vc crer receberá noticias dele em sonhos e aceitará esta etava de nossa vida espiritual. será o fim do seu sofrimento e tbm do dele.
    Voltei hoje de minhas ferias e seu blog foi o primeiro na qual visitei e não podia não deixar de lhe transmitir essas palavras de c onforto. Um grande abraço e um otimo domingo.

    ResponderExcluir
  2. Olá!Bom dia!
    Que estilo diferente!
    Gostei!
    Parabéns ao seu Raimundo! Bela homenagem!
    ( ih..meu blogroll deu "pau", meu mosaico sumiu, rsrs, e ainda bem, q vc voltou, pq estou adicionando pelos comments, rsrs
    Obrigado pelo carinho da visita!
    Bom domingo de muita paz e luz!
    Boa semana
    Beijos carinhosos

    ResponderExcluir
  3. Bom dia amiga... Aplausos para este escrito tão profundo e rasgante da alma. Da dor fizeste a arte... Tenhas um domingo com muita luz. Beijos perfumados n'alma

    ResponderExcluir
  4. Desculpe-me! Esqueci do principal!
    Quero também te dar todo o meu carinho, pela perda! Eu sei o q é isso! Não tenho mais pais! (no aspecto terreno)! Porém! A vida segue!
    Sabe onde me encontrar!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigos, mais uma vez agradeço pelo apoio emocional. Eu estou bem e conformada. Tenho a certeza que o meu pai agora está bem! Bjs a todos.

      Excluir
  5. Boa noite Mazé!!!!Que lindo A Coleta e o Coleta.Linda homenagem a seu pai,sim,amiga os seringueiros são pessoas corajosas e valentes.Seu pai um exemplo de seringueiros e deixa aqui a experiência,ser corajoros e valente e o que precisamos para lutar em nossas vidas.
    Beijos com carinho!!!!

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua impressão sobre a postagem. Seja sincero(a), para que eu possa crescer como escritora e poeta. Agradeço de coração sua opinião. Volte sempre. Bjs.