quinta-feira, 14 de junho de 2012

DIREITO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Aconteceu nos dias 5 e 6 de Junho do ano em curso, O 1º FORUM REGIONAL DOS DIREITOS  DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA DO BAIXO ACRE, promovido pelo Conselho Estadual dos Direitos das Pessoas com Deficiência (CONEDE),  com o apoio da Prefeitura Municipal de Rio Branco, Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), Secretaria de Estado e Desenvolvimento Social e Central de Articulação das Entidades da Saúde (CADES), no auditório da SEAPROF, tendo como tema central: Oportunidade: Um outro Olhar sobre as Pessoas com Deficiência.
Clique na foto para ver em tamanho maior
                                          
O Fórum teve como objetivo principal discutir a temática com um olhar voltado à pessoa com deficiência enquanto sujeito de direito e capacitado de exercer sua cidadania a partir de sua inclusão social em uma sociedade que ainda está em processo para erradicar toda e qualquer barreira ou preconceito. 

O encontro abordou, entre outros eixos temáticos, acessibilidade, transporte, trabalho, educação, reabilitação, acesso à justiça e proteção social. O Fórum foi sediado em Rio Branco por questões de infraestrutura e logística. Participaram representantes dos municípios de Acrelândia, Capixaba, Bujari, Plácido de Castro, Porto Acre, Senador Guiomard e a Capital Rio Branco. No Fórum foi apresentado o Plano Viver Sem Limites, que está sendo discutido nacionalmente. Criado pelo Decreto nº 7.612 de 17.11.2011,  prevê mais de 7 bilhões de reais, para investimento nas áreas de educação, saúde, inclusão e acessibilidade no período de 2011 até  2014.



As leis que garantem os direitos das pessoas com deficiência, já existem. Porém, a não  aplicação da lei,  as barreiras e o preconceito podem determinar a diminuição da qualidade de vida de uma pessoa com deficiência. Vivemos em um país onde se precisa lutar por dignidade, justiça e inclusão social. É preciso discutir e divulgar mesmo esses direitos para todas as pessoas e suas famílias.  A realização de fóruns ou eventos para debates do tema vem contribuir na importância de garantir a cidadania, a quem já a tem por direito, desde que não se restrinjam a um reduzido número de pessoas. 



O Brasil possui atualmente 23% de pessoas com deficiência. Isso representa 45 milhões de pessoas. O Acre tem aproximado 735 mil habitantes. Destes, 150 mil tem algum tipo de deficiência o que estatisticamente são 20% da população.  Multiplique-se a estes dados algum familiar destas pessoas, que estão diretamente envolvidos com a problemática, temos então duplicado os interessados na luta por inclusão. Considerando ainda que qualquer pessoa seja criança, jovem ou idoso poderá em qualquer momento de sua vida sofrer algum tipo de lesão, acidente ou doença traumática e adquirir algum tipo de deficiência temporária ou permanente,  pode-se  garantir então que esta luta é de interesse de toda e qualquer pessoa.

Heliton Nascimento, Presidente da Associação dos Deficientes Visuais (ADEVI), que tem somente 15% de sua visão, uma das lideranças, conselheiro do CONEDE e participante do Fórum,  declarou que  o Movimento a favor da conquista dos direitos das pessoas com deficiência tem conseguido alguns avanços. “A participação organizada nos diversos conselhos de políticas públicas tem garantido que o poder público comece a reconhecer as pessoas com deficiência  como sujeito de direito”. Disse ele.  No entanto,  ressaltou que o movimento não pode parar. Muita coisa ainda precisa ser consolidada como por exemplo,  alguns  projetos de construção civil  ainda precisam  se concretizar segundo as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).  Conclamou a todas as pessoas com deficiência ou não,  a serem parceiras apoiando esta luta que indiretamente,  é de todos os cidadãos. 

Mas a mobilização aqui no Acre ainda não terminou, está em fase de organização para os dias 20, 21 e 22  de Junho um novo fórum,  desta vez em Sena Madureira. Dos fóruns regionais sairão os delegados para a Conferência Estadual, e na ocasião serão  eleitos os delegados para uma mobilização maior a nível nacional. O local do evento em Sena,  ainda será confirmado. Vamos ajudar a divulgar, as pessoas com deficiência e seus familiares agradecem!

11 comentários:

  1. .


    AINDA O MEU POST;
    A fé é indispensável a to-
    dos os credos, mas nada tira
    a atração do macho pela fê-
    mea. Portanto, ninguém ou
    nada execrará o ato amoro-
    so se consentido.

    Palhaço Poeta



    Eu estou seguindo o seu
    blog, mas você não segue
    o meu...


    .

    ResponderExcluir
  2. Leio todas as suas postagens. Erro corrigido amigo, já o estou seguindo!Rs...Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Maravilhosa postagem, aqui na minha cidade vejo o quanto as pessoas com deficiência tem dificuldades em se locomover fora os direitos que nunca acessam.

    Minha querida segue abaixo o link de divulgação do seu blog obrigada pela confiança.

    http://www.blogueirosquepensam.com/2012/06/blog-um-pensamento-virtual.html

    ResponderExcluir
  4. Olá vim conhecer seu Blog através do
    Blog da Patricia , achei bem interessante
    pelo post que vc coloca, parabéns por tudo que
    vc tem aqui..Deixo um abraço bem carinhosos
    Bjuss
    Rita!!!!

    Gostei mesmo!!

    ResponderExcluir
  5. mesmo diante de muitas conquistas, as pessoas com ncessidades especiais ainda tem muito o que lutar para que seus direitos sejam efetivamente respeitados.

    Parabéns pelo post.

    Bj

    ResponderExcluir
  6. Doladinha que lição de vida nê muito legal !!! convitinho na geral ok kkkkkk
    Olhe quem está no meu pétalas e rosas..com um poema maravilhoso ..aparece para curtir meu nono poeta ..com sua poesia Soneto .beijus bons sonhos
    http://petalaserosas.zip.net/

    ResponderExcluir
  7. Há um caminho grande para ser percorrido. Nas pequenas cidades dá bem para se observar as dificuldades que eles passam.
    Abração.

    ResponderExcluir
  8. Olá Mazé! Adorei sua visita em meu blog e sua participação, tão pertinente. Também adorei sua matéria destacando a importância das políticas públicas, orientadas para atender pessoas com algum tipo de deficiência. Isso denota sua preocupação com as pessoas e sua natureza. Parabéns pelo belo espaço. Um abraço!

    ResponderExcluir
  9. Bom dia minha querida, bom inicio de semana, luz e paz, sabe querida esse direito deveria ser natural, sem ser preciso recorrer a justiça para te-lo, ainda vamos aprender muito a respeitar à vida alheia, beijos querida.
    Vanderlei

    ResponderExcluir
  10. Oi querida!vim te deixar um beijinho...na minha vida ultimamente ando desconstruindo pessoas...e desacontecendo pessoas...e junto com minhas inumeras outras perdas isto doi...mais vamos lá!
    Adorei sua publicação...um tema que necessita mesmo ser mostrado...ainda a muito ainda para se conquistar...mais aos poucos os deficiêntes vão conquistando o seu espaço...
    Uma feliz e tranquila semana para vc...Beijinhos!linda!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Masé, você realmente escreve muito bem, sua postgem sobre o fórn dos direitos das pessoas com deficiência ficou muito bom, estarei visitando sempre esse blog cheio de coisas interessantes.

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua impressão sobre a postagem. Seja sincero(a), para que eu possa crescer como escritora e poeta. Agradeço de coração sua opinião. Volte sempre. Bjs.